Shakira na Copa do Mundo Feminina Sub-17

13 de outubro de 2012

Neste final de semana foi realizada a final da Copa do Mundo Feminina Sub-17 da FIFA, em Baku, capital do Azerbaijão, país do leste europeu. A competição foi vencida pelas meninas da França, que bateram a Coreia do Norte nos pênaltis. A medalha de bronze ficou com a seleção de Gana.

E quem deu o ar da graça na festa de encerramento foi a cantora Shakira, que interpretou ao vivo a canção “Waka Waka”, eterno hino da Copa do Mundo FIFA 2010. Confira o vídeo da apresentação:

Anúncios

Filipinas comemoram ascensão

25 de março de 2012

Antigo saco de pancadas na Ásia, a seleção das Ilhas Filipinas encontra-se nos últimos anos em franco desenvolvimento. Após um bom desempenho na Suzuki Cup 2010 e nas Eliminatórias da Challenge Cup, o time vem subindo aos poucos no ranking da Fifa e colhendo os frutos da boa fase. Basta dizer que os filipinos já estão classificados para Suzuki Cup 2012, sem precisar disputar a fase preliminar entre os times mais fracos da região do sudeste asiático, como também conquistou recentemente a medalha de bronze na Challenge Cup 2012,  com uma vitória por 4 a 3 sobre a também emergente seleção da Palestina. 

Falando em Challenge Cup, o título do torneio acabou ficando com a seleção da Coreia do Norte, que se sagrou bicampeã, em uma edição que foi marcada também pelo mal desempenho das seleções da Índia e Tajiquistão, que já foram finalistas da competição, mas acabaram eliminadas na primeira fase.


Palestina avança na Challenge Cup

12 de março de 2012

Após um desempenho inédito nas Eliminatórias da Copa 2014, onde conseguiu pela primeira vez na história avançar para uma segunda fase, a seleção da Palestina celebrou nesta semana mais um capítulo da boa evolução de seu futebol, chegando pela primeira vez nas semifinais da AFC Challenge Cup.

Organizada pela Confederação Asiática e disputada entre as seleções “Lado B” do continente, a AFC Challenge Cup, que está a decorrer em Kathmandu, capital do Nepal, está em sua 4ª edição. Com a vitória por 2 a 0 sobre as Maldivas nesta segunda-feira, somada aos 2 a 0 nos donos da casa no jogo de estreia e o empate com o Turcomenistão, os palestinos garantiram a sua classificação inédita para as semifinais.

No entanto, a seleção do país árabe não terá vida fácil para chegar à final, já que enfrentará a Coreia do Norte, atual campeã do torneio, na partida desta sexta-feira. Estaremos torcendo!


Impressões do sorteio da Copa

31 de julho de 2011

Foi realizado ontem, no Rio de Janeiro, o sorteio dos grupos continentais das Eliminatórias para Copa 2014. Em um evento marcado pelo alto valor gasto na produção, protestos dos brasileiros e a monotonia da apresentação, os países da África, Ásia, Oceania, América do Norte e a tão aguardada Europa conheceram seus adversários no caminho para o Brasil. Dos 174 participantes do sorteio, somente 31 estarão por aqui em 2014.

África

Com uma fórmula de disputa que incluía uma peneira entre as 24 seleções mais fracas, a África abriu os procedimentos no Rio e deu o tom do que seria um sorteio sem grandes emoções e com uma matemática confusa para a maioria das pessoas. Confira neste link os principais confrontos.

Ásia

Em seguida, foi realizada a tiragem dos grupos da Ásia, mais simples, com apenas 20 seleções, onde o destaque foi o Grupo C, que terá Japão, Coréia do Norte, Uzbequistão e Síria disputando 2 vagas para a fase final das Eliminatórias.

América do Norte

A Concacaf, Confederação da América do Norte, Central e do Caribe, era a que possuía a fórmula mais complexa das Eliminatórias. Depois de uma etapa preliminar, que definiu os 30 participantes no sorteio, 24 seleções foram divididas em 6 grupos, onde os vencedores se juntarão às outras 6 seleções restantes para definir os classificados para a etapa final, que dará 3 vagas diretas para a Copa e uma na repescagem.

Oceania

Já a Oceania contava apenas com 8 participantes no sorteio, que foram divididos em 2 grupos. Destaque para o grupo B que terá o clássico regional Nova Zelândia x Fiji, além da emergente seleção das Ilhas Salomão e a inativa Papua-Nova Guiné, que não joga desde 2007.

Europa

Por fim, foi realizado o sorteio mais esperado da tarde, o dos grupos europeus, que terá alguns encontros interessantes, como Croácia x Sérvia e Escócia x País de Gales pelo Grupo A. Da mesma forma, Alemanha e Suécia se enfrentarão no Grupo C, que ainda tem Irlanda e Áustria.

Destaque também para o Grupo H, que terá Inglaterra, Polônia, Ucrânia e a forte seleção de Montenegro. Para fechar o evento com alguma surpresa, a última seleção puxada dos potes foi a campeã do mundo Espanha, que caiu no mesmo grupo da França, que ninguém queria pegar.

Fim do sorteio e 30 milhões de reais gastos do dinheiro público.


Copa da Ásia: Semifinais definidas

22 de janeiro de 2011

Enquanto o Uzbequistão passou fácil pela Jordânia (2-1) e o Japão ganhou de virada do Catar (3-2), Austrália e Coreia do Sul precisaram da prorrogação para conquistar suas respectivas vagas nas semifinais, contra o Iraque e o Irã.

Em Doha, Kewell marcou aos 12 minutos do segundo tempo para os australianos contra os atuais campeões asiáticos, garantindo a primeira semifinal dos socceroos na competição. Mais tarde, a Coreia do Sul também venceu por 1-0 o invicto Irã, com gol de Yoon nos acréscimos do primeiro tempo de prorrogação.

Uzbequistão x Austrália e o clássico oriental Japão x Coreia definirão os finalistas da Copa da Ásia 2011.


Copa da Ásia segue com surpresas

13 de janeiro de 2011

A Copa da Ásia 2011, que ocorre até o final de Janeiro no Qatar, segue com surpresas em sua segunda rodada da fase de grupos. Pelo grupo A, a seleção anfitriã se recuperou da derrota na estreia ao vencer a China por 2 a 0.

Já no grupo B, a grande surpresa foi a vitória da seleção da Jordânia por 1 a 0 sobre a Arábia Saudita, que já havia perdido na primeira rodada para Síria e acabou ruindo todas as chances de uma classificação para as oitavas.

A competição segue neste final de semana com Coreia do Sul enfrentando a Austrália, que goleou a Índia por 4 a 0 na estreia. Pelo grupo D, o Irã, que venceu o Iraque por 2 a 1, joga contra a Coreia do Norte.

Barein x Índia e Iraque x Emirados Árabes completam a rodada.


conseguiu o mais difícil, perdeu o mais fácil

27 de junho de 2010

a primeira fase da copa do mundo foi marcada por algumas zebras, com seleções grandes sofrendo na mão de outras menos tradicionais. mas se o trabalho mais difícil essas zebras conseguiram realizar, o mais fácil eles não conseguiram fazer e deixaram a vaga para a segunda fase escapar… confira:

sérvia 1 x 0 alemanha

a sérvia era apontada como a segunda força do grupo d, atrás da alemanha, e favorita para ficar com a segunda vaga. mesmo com a derrota para gana na estreia, o favoritismo aumentou quando eles conseguiram o que parecia impossível: venceram na segunda rodada os alemães (que vinham de goleada contra a austrália). mas o favoristismo sérvio caiu justamente contra os australianos na última rodada: derrota por 2 a 1 e eliminação da copa. pena que também não deu para a austrália…

coreia do norte 1 x 2 brasil

que o brasil iria vencer este jogo isto não era dúvida. mas o fato de a coreia do norte estar nesta lista das zebras é por causa do placar: os coreanos jogaram na retranca contra o brasil e conseguiram uma derrota digna, por apenas um gol de diferença. era só repetir a estratégia contra portugal e costa do marfim, que provavelmente a seleção asiática conseguiria somar pontos no grupo g. mas, em vez de aprenderem com a estreia, os norte coreanos acharam que poderiam ir pra cima de duas seleções experientes nas duas rodadas seguintes. resultado: 10 gols tomados e nenhum marcado. a culpa foi do técnico e da confiança excessiva do time.

suíça 1 x 0 espanha

vencer a maior favorita da copa no jogo de estreia e protagonizar a principal zebra da primeira rodada foi um doce sonho para os suíços. fizeram o que ninguém imaginava e tinham tudo para terminar inclusive em primeiro lugar no grupo. nem mesmo a derrota por 1 a 0 para o chile no segundo jogo diminuiu as chances suíças de avançar para a segunda fase: era só vencer o lanterna do grupo na última rodada e se classificar. mas o que parecia ser fácil tornou-se um vexame: empate oxo com honduras, que poderia ter vencido o jogo não fossem as bolas perdidas. a suíça foi embora da copa com cara de “poderia ter sido mas não foi…”.